domingo, 2 de setembro de 2012

Nosso lugar




Eu vejo praia, nós dois, casa, colchão, vejo noite, dia, criança, confusão.
Vejo chão, edredom, cosquinha, risada, fogão, seu prato favorito, seu mau-humor, sua cara amarrada e seu sorriso gostoso.
Vejo suas sonhadas 12 horas de sono, mas do meu lado, menos trabalho, mais confiança.

Você reclamando mas comendo direito. Vejo alguém que te entende sem você falar, alguém que te olha, alguém que te ama e não vai te deixar.
Eu sinto cheiro de café, tá bom, eu vejo cigarro espalhado por todos os cantos, vejo o filme que você vê trinta vezes e ainda sim dá gargalhada.
Vejo cama arrumada e bagunça na madrugada, banho demorado, amar baixinho pra não acordar a criançada.
Vejo mala pronta pra viajar, correria, calmaria, cabeça no colo, sorriso no rosto, lágrima que cai, passado que se vai, presente que se vive, futuro que há de vir.
Eu vejo outro lugar (aquele que me mostrou, lembra?) nosso lugar, sem sombras pra assustar.
Eu vejo Poesia recitada na varanda, você prestando atenção e ainda sim confundindo Neruda com Drummond.
Eu vejo mão no seu rosto marcado, beijo demorado, mordida na orelha, carinho e beijinho no meu ombro, mãos dadas, mais risadas, as vezes minha cara emburrada, mais risadas, medo de partir, medo de acordar, medo do amanhã, medo de acabar.
Mas eu vejo nossa vida, nosso lugar, sem luxo, sem briga séria, sem perfeição, sem choro, só com a certeza de que juntos vamos ficar...


Fernanda Guiterio

3 comentários:

Malu disse...

Fernanda, adorei passar por aqui e voltarei mais vezes para ler e ler... sempre é bom conhecer novas escritas...
Abraços

Fernanda disse...

Obrigada Malu!! Seja bem vinda! Um grande beijo!

Luciana disse...

Q saudade de vc, Fê.
Texto lindo. Praxe, né!
Beijinhos importados de Taubaté,
Lu